Jesus Light

R.I.P. Jesus Light (2010 - 2013).

Há 3 anos atrás, nascia um cara, um porta-voz, um avatar, enfim, um personagem, chamado Jesus Light. Ele foi a forma que a mente deste jornalista que vos fala de separar a sua opinião da opinião pública e poder conduzir um projeto tão controverso chamado PORRA DJ. Sim, Jesus Light tinha vida própria e nunca foi ou será "alguém".

Coincidência ou não, no dia de hoje, cheio de tanto significado sobre um outro Jesus que nasceu, o meu Jesus deixa de existir. Ele cumpriu seu papel e, assim como qualquer outra persona, deve desaparecer e dar espaço ao que realmente importa.

Jesus deu vez e voz a milhares de profissionais e não-profissionais que queriam ser ouvidos e precisavam se expressar. Você pode ter entendido ou não o projeto "porra.dj", mas ele era sobre LIBERDADE. Liberdade de Expressão. Os DJs falaram e você pensou sobre. Finito.

Mas e aí, PORRA? É o fim do PORRA DJ!? Não sei, talvez sim, talvez não.

Saio de férias hoje e retorno em 2014, mereço férias! Vocês também, não? Talvez volte a escrever por aqui, como eu mesmo. Talvez não.

A verdade é que nós fomos livres e aos amigos e você que acompanhou esta saga, meu muito obrigado. A você que não sabe o que significa ser livre na ordem do discurso, me desculpe! Aos amigos de Jesus que quiserem manter contato, meu email.

Eu nasci, vivi, falei e ouvi. E foi demais deixar de ser um boneco de madeira para ser um garoto de verdade. Quem sabe, na próxima vida?

Ass.: Jesus "Light"